29 de dezembro de 2008

Boas festas - atrasadas, eu sei...

Espero que tenham tido um natal maravilhoso, e os meus votos de uma entrada feliz em 2009!


Vamos contrariar as vozes pessimistas, sim? ;P

24 de novembro de 2008

Brinquedo novo



Continuando na onda revivalista, um objecto há muito desejado.
Que a caça aos LPs comece! ;)

(desculpem a ausência, se ainda alguém aqui vier, mas têm sido uns tempos conturbados...)

11 de outubro de 2008

Vou ter saudades tuas...

Fátima Rosa
1971 - 2008

...até ao fim da minha vida. Minha amiga, minha irmã, minha tia. Estiveste sempre lá para mim, desde que nasci, aturaste as minhas criancices, o meu mau humor de adolescente, e o começo da minha vida adulta. Foste o meu apoio, e eu o teu, quando mo permitias. Deste-me o maior presente que já tive na vida, o meu amor. Querias que nos casássemos, e eu queria que fosses a minha madrinha de casamento. Já não o serás, mas vais sempre ser o nosso anjo. Descansa em paz, minha querida - estás sempre no meu coração.

14 de setembro de 2008

Betty Orgulhosa

A Betty orgulha-se de ser a mais recente proprietária de um ligeiro de passageiros!
Não se assustem. ainda não precisam de entrar em pânico, a carta ainda não está tirada... hehe! Afigura-se-me estranho que um dos objectos que mais contribui para a ruína do nosso mundo represente ao mesmo tempo independência e liberdade. Pelo menos para mim, aqui, agora. Uma coisa tão simples como a mobilidade tornou-se imperativa nos dias de hoje. Morar a 10 minutos do emprego é um descanso, mas são dez minutos relativos. Seria talvez uma meia hora bem apressada a andar. De taxi são dez minutos que custam dez euros. De transportes não é nada porque não os há. De bicicleta fazia-se num quarto de hora - mas ser abalroada por um camião não é a minha noção de começar bem o dia! Assim sendo, venha de lá a máquina barulhenta e poluente!

Querem saber a marca e a cor para fugirem não é?

Pf!!! Queriam! ;P

9 de setembro de 2008

Palavras para quê?


"Não há festa como esta"

Acho que concordo... Foi um fim de semana muito bem passado, e na melhor companhia possível!!! =D

13 de agosto de 2008

Tópicos VI

1 - Passei no código!!!!!!!!! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHH!!!!!!! (imagem do Macaulay Culkin a correr de braços no ar com aquela cara de estúpido). Que alívio.... Venha de lá a condução! :D

2 - É impressão minha, ou a nossa polícia tem tido muito trabalho ultimamente? Se calhar são os meios de comunicação que andam a dar mais atenção à coisa...

3 - continuo branca que nem um fantasma. Será que a NeoBlanc precisa de alguém assim para rasgar toalhas? O_o

4 - Preciso de ir outra vez mudar as lentes. Os meus olhos e 8 horas diárias de computador não se dão bem, está visto!

fiquem bem!!! =))

3 de agosto de 2008

27 de julho de 2008

Tópicos V

1- ANDO MAIS DESLIGADA QUE UMA LÂMPADA FUNDIDA...

2- Acho que é isso, basicamente. temo que o calor me atrase os miolos. ou então é a rotina.

3- Respirar, conversar, rir, amar, dar, receber, descobrir coisas novas, algumas menos interessantes que descobertas antigas. novas, mesmo assim.

4- Ainda não fiz um dia de praia este ano. mas já fui até à praia ver nascer a lua. quando os banhistas se vão, chegam os pescadores, os contempladores dos nossos tempos. estou solidária para com eles.

5- Ontem acompanhei (ou quase arrastei) a minha irmã ao primeiro concerto dela - Xutos e Pontapés, na feira de Santiago em Setúbal. Sempre quis ter alguém que fizesse isso por mim. valem-me os amigos e eu mesma, que sou uma mulher muito pr'a frente...

6- Tantas notícias chocantes para fazer pensar. devem ser menos de metade do que acontece por aí. prefiro não pensar nisso, faz-me sentir demasiado pequenina...

13 de julho de 2008

Melhorias!


É em alturas como esta que o meu lado mais consumista entra em alta. Uma conjugação de factores (remodelação do quarto + ordenado+ FIA) permitiu umas pequenas loucuras... Nada de muito espantoso. O suficiente para me deixar contente como uma criança! :D!
Entre trabalho, carta de condução e dores nas costas, o aquário tem sido negligenciado. Espero que isto não dure muito mais tempo. Será sinal que que eu tirei a carta à primeira!!! hehe!!!

Deixo-vos com as provas fotográficas do meu materialismo, e pode ser que da próxima vez tenha material mais suculento.... =)

baci a tutti!!!

22 de junho de 2008

Novo inquilino


Chama-se Chucha, tem um mês e meio, não gosta de ficar sozinho e tem uma língua muito cor-de-rosa sempre à disposição... Parece um mini Rotweiller mas não é, é um puro rafeiro de terreno baldio. E é o mais recente membro da nossa família! =D

Não é um fofo? =)

5 de junho de 2008

2 anos!!


Mais uma vez, andava tão distraída que deixei passar mais um aniversário do aquário!!!! Já lá vão 2 anos desde aquele dia em que comecei nisto, por mero acaso e com um computador que só me deixava ver o gmail em html... Muita coisa se passou, já não lhe dedico tanto tempo ou atenção como dediquei. Mas acho que não me vou livrar disto tão cedo. É um vício que fica - mesmo quando estamos a tentar largar! hehe!

Para celebrar convosco, deixo uma música - para abanar o corpinho!!! =D



(ah, o bolinho da foto fui eu que fiz para o aniversário da minha mana em abril! =D)

Kissi Kiss!!!!

31 de maio de 2008

GNOCCHI À MODA DA VERA

O jantar de ontem saiu-me particularmente bem, pelo que decidi escrever a receita e dar-lhe honra de blog! hehe! Normalmente não uso receitas para cozinhar massa, faço tudo a olho e com os ingredientes disponíveis. Acho que posso dizer que é uma das coisas que faço melhor. Em compensação sou um desastre com arroz.... Adiante! Tenho uma paixão por Gnocchi, e estes ficaram muito de acordo ao meu paladar! Aqui ficam os Gnocchi à moda da Vera!

Ingredientes:
  • 500g de Gnocchi (comprei feitos, mas também se podem fazer)
  • 250g de Bacon cortado em cubos/tiras/da maneira que quiserem
  • 250g de cogumelos frescos
  • Cerca de 6 cogumelos Shiitake
  • 1 pacote de Rúcula selvagem
  • 100g de queijo fresco com ervas
  • 3 dentes de alho
  • Azeite q.b.
Estas quantidades são aquelas que usei, mais coisa menos coisa... Podem variar a gosto, claro!
Comecem por pôr os Shiitake em água quente, para hidratarem. Costumo colocá-los dentro do micro ondas, para ficarem em "estufa". Entretanto, fervam a água para os gnocchi. Estes estão bons quando ficam a boiar à superfície.
De seguida, numa frigideira grande, refoguem os alhos picados em azeite, sem os deixar fritar. Acrescentem o bacon e deixem cozinhar um pouco. Depois de cortar os cogumelos frescos em pedaços (o tamanho é ao vosso gosto), deitem-nos na frigideira. Enquanto os cogumelos cozinham, tratem de cortar os shiitake. Não deitem fora a água, vai servir para o molho. Juntem os Shitaki na frigideira, deixem cozinhar um pouco e depois juntem a rúcula. Não deixem muito tempo, é só para dar um calor, não para cozinhar completamente. Juntem o conteúdo da frigideira aos Gnocchi, e façam o molho. Para tal, juntem um pouco do molho dos shiitake ao queijo, numa tigela, e envolvam com um batedor de varas. A quantidade de líquido depende da consistência que queiram dar ao molho. Juntem ao resto, e voilá! São os Shiitake que dão aquele sabor especial, mas se não forem apreciadores acho que o prato também se aguenta sem eles!

Espero que gostem, e bom apetite!!! =D

28 de maio de 2008

desafio


É na perfeição e integridade da solidão que me encontro - para melhor me dar


O desafio foi lançado pela Curse of Millhaven. Não consigo fazer melhor, ou mais curto... Espero que sirva!
Os momentos com aqueles que amo são os mais preciosos da vida. Mas para os apreciar e lhes dar o devido valor, às vezes é preciso estar só. Mas não solitária. Sinto-me mais forte, mais EU nesses momentos. A imagem é precisamente de um deles: Florença.
Considerem-se desafiados o Verne, o Cataclismo, a Ema, o Alexandre e a Sonhadora


19 de maio de 2008

luzes nocturnas


Não são tanto os dias, mas mais as noites que me proporcionam momentos de perfeição... Um apagão numa vila medieval é uma viagem a um passado que nos pertence mas que nos foge diariamente. E a tal perfeição surge da partilha destes momentos com as pessoas a quem mais se ama. Quando as luzes voltam, a máquina digital surge, traquina, para brincar. Com cabelos castanhos e capas universitárias, súbitos morcegos encarnados no ar frio! E beijos doces e quentes, ternos e cansados - das gargalhadas dadas, dos dias que cansam.

São estas as noites que vou recordar para sempre - noites de castelos no alto, noites encantadas de lua e estrelas!


- Castelo de Palmela, 17/05/2008

13 de maio de 2008

poder positivo



é o que tem esta música de Yael Naim - o poder de me pôr bem disposta! e o vídeo fofo também ajuda! :D



...e sim, agora vai ser chuva de vídeos, que não dá pa mais!

5 de maio de 2008

Prazer culpado do mês




O vh1 consegue sempre provar-me que eu não sou tão snob quanto julgo... hehe

Estelle fet. Kanye West, "American Boy".
Vá, toca a abanar a anca!

29 de abril de 2008

pensamento do dia

é na contemplação das coisas que me sinto mais eu mesma. chego à conclusão que não tenho tido muitas oportunidades para me sentir eu mesma ultimamente. a conta bancária agradece....

(foto tirada pelo meu amor, na entrada para a Quinta da Regaleira, Sintra)

25 de abril de 2008

Liberdade!


Mais um dia 25 de Abril. Dia da liberdade, dia de folguedos, dia de nos sentirmos felizes por vivermos hoje e não há 35 anos. Eu pelo menos sinto-me feliz por isso! Lembro-me da primeira pessoa que me falou do significado deste dia, andava eu na 3ª classe - A Professora Hilda. Mulher nascida em Àfrica, onde não me lembro, revolucionária acérrima. Tratou de nos incutir nas cabecinhas tenras a alegria de sermos filhos da revolução. Falou-nos dos horrores de então, sem ter medo da nossa imaturidade. Também nos falou das alegrias. Mostrou-nos as canções. Tratou de criar em mim um respeito de deus por Zeca Afonso, o poeta da revolução. Passou-nos os ideais de uma pessoa nascida livre numa época de repressão, que nunca deixa esquecer o quão valiosa é essa mesma liberdade. Nunca vou deixar de lhe agradecer isto. E mais umas quantas coisas, muitas mais. Lembro-me do desenho que fiz nesse terceiro ano, para a inevitável exposição escolar. Desenhei uma florista, com os cravos à porta, a dona da loja a colocar um cravo na arma de um soldado que por ali passava. Acho que a desenhei loira. Não tenho a certeza. Lembro-me que aquele foi o primeiro desenho de que me orgulhei a sério (desenhava muito mal naquela altura, tanto casas como letras). Fomos com ela ver uma exposição no ano seguinte, não me perguntem onde, e lá estavam as fotos, os jornais de época, a música. O medo e a repulsa que me inspiravam a PIDE continuam ainda hoje. Mais mitigados agora pela minha tendência de ver tudo à luz da História e da Sociologia. Mas continua a revoltar-me a célebre frase "no tempo de Salazar é que era!". Mete-me medo a tendência que há em tempos como estes que estamos a viver para o ressurgimento de ideais de extrema-direita. Mete-me raiva ver jovens da minha idade que não perdem dois segundos a pensar nestas coisas, para quem o 25 de Abril é um feriado com flores e fogos de artifício, sempre com o mesmo filme na televisão. Acordem de uma vez por todas!!!!! Há 35 anos, nem um isqueiro se podia usar sem licença! Querem voltar a isto?

23 de abril de 2008

Nick no coliseu

O que é que posso dizer? Acho que foi o melhor concerto da minha vida até agora... Pelo menos foi aquele que esteve mais perto de me provocar um ataque cardíaco!!!!! Aos primeiros acordes de "The Night of the Lotus Eaters" senti-me a desfalecer e a acordar ao mesmo tempo, as lágrimas saltaram-me dos olhos, e escapou-se-me um "cabrão de merda" dos lábios. É a minha música favorita do "Dig, Lazarus, Dig". Como é que ele tinha adivinhado?!!! Claro que não adivinhou, mas apanhou-me de surpresa. A partir daí foi uma montanha-russa. Ainda não recuperei. Ainda estou imersa em Cavernas e Sementes Podres, o dia inteiro a cantarolar qualquer uma daquelas canções. Desafinou? sim! Não sabia as letras? Não! Não sabiam tocar algumas músicas? não! Mas mesmo assim, foi perfeito! Fenomenal, intenso, negro e sexual como só eles sabem ser. Aquele movimento de ancas, uf.... Já não sabia se o calor era da massa humana ou da energia sensual daquele palito de bigode ali a uns míseros três metros de mim! Bem disposto e comunicativo, pronto a dizer ao público que o amava, ou chamar-lhe idiota, Nick foi ele mesmo, quer dizer, pelo menos o mesmo da sua persona de artista! Abattoir blues/the lyre of orpheus praticamente não esteve presente, mas eu acho que este não foi um concerto para os apreciadores do referido álbum, que é Nick Cave & the Bad Seeds em versão gelado de verão... Foi um concerto pesado, uma muralha sonora, suor, adrenalina e sexo, com momentos doces, mas nunca muito solenes, excepto talvez em "your funeral, my trial". Isto é o que eu acho, o que me pareceu, não tenho vocação de crítica, nem paciência, diga-se. Stagger Lee é um incêndio em forma de canção. Já o tinha sido em Paredes de Coura, mas aqui foi mais. A sala era mais pequena, mais quente, e eles estavam mais perto. Não estava à espera de "into my arms", o que foi uma agradável surpresa. Mas o brilho foi mesmo todo para as canções de "Dig, Lazarus, Dig!!", que o merecem diga-se de passagem. Este álbum é muito, muito bom. Melhor que o anterior, de que eu também gosto muito. Mas este é mais Nick Cave & the Bad Seeds, em todo o seu esplendor criativo. Espero que percebam esta verborreia. Já há algum tempo que não escrevia tanto aqui. Acho que já me alonguei demais. Para uma troca maior de impressões, está aqui a caixa de comentários, ou o mail, se preferirem, ali ao lado. Mudando de assunto, adorei a actuação de Dave Graney e dos seus Lurid Yellow Mist. A mulher dele é a coisa mais linda e querida! E ele também! Amei!!! Bem, fico-me mesmo por aqui. Despeço-me com um vídeo, nada mais nada menos que o nosso diário, meu e da Curse! Agora em versão digital, e com o dobro da parvoíce!!!! hehe!! Não filmei mais que uns segundos do concerto, que vão encontrar ali pelo meio, não estava para isso, queria era sentir a música. Ah, troquei o som do excerto pela música original, que o som estava mesmo mauzinho... Espero que gostem!!!


beijos!!!

20 de abril de 2008

Voulez-vous NickNick avec moi, c'est soir?*



Amanhã!!!

"And that's how the devil died, 'cause Stagg put four holes in the mother fucker's head!!"

* frase da autoria de Curse of Millhaven, pois claro... ;)

7 de abril de 2008

uf!

não sei o que escrever no blog!!!!

pronto, está dito... em plena crise de imaginação, saibam que não me esqueci de vocês...

kisses!!! ;P

2 de abril de 2008

Novidade!

A vossa cara Betty faz finalmente parte da classe trabalhadora deste país! hehe! Mas depois de um dia inteiro em frente a um computador, não sei se terei coragem para actualizar muitas vezes o blog... Safam-se os fins de semana! :D Fiquem com uma musica para animar! E para dar as boas vindas ao calor!!! :D


have fun!!! =)

24 de março de 2008

god is in the house

A onda de nostalgia da Curse deu-me finalmente a ideia para a música de hoje. Um dos momentos mais arrepiantes naquela noite perfeita!

20 de março de 2008

Doce páscoa!

Para quem não me conhece, apresento aqui um dos meus vícios (além de comer!): cozinhar! :D
umas das coisas que mais gosto é de tentar fazer doces invulgares! Como é Páscoa, altura de docinhos, deixo-vos aqui duas experiências que sairam bem! Estas são bolinhas de queijo fresco e manteiga, cobertas com bolacha moída e hortelã, com molho de caramelo e nata. Sei que soa estranho, mas é bom, acreditem! Segundo me pareceu, as bolinhas também seriam muito boas como aperitivo, com um molho salgado, e cobertas com pão ralado. Bem, vou experimentar essa variante, e depois digo se resultou! :D
Esta é dedicada a duas pessoas, amantes de tâmaras! Ao meu namorado, meu caro colaborador, e que já devorou uma boa metade, e à Maria! São bombons de tâmaras recheados com leite condensado aromatizado com laranja (no original, nós usámos limão, à falta de melhor), e cobertos de chocolate negro. Divinal! E muito muito simples! Basta descaroçar as tâmaras, recheá-las com o leite (que entretanto foi ao lume com a raspa do citrino, e já arrefeceu), e depois cobrir com o belo chocolate (que também só foi derretido em banho-maria com umas gotinhas de óleo para amaciar). No caso da minha querida Maria, que não pode consumir leite condensado, e que tal recheares as tâmaras com um qualquer fruto seco? :D

As variantes são infindáveis!
Uma doce Páscoa a todos, meus queridos!!!

15 de março de 2008

GOVERNO PROIBE DEPILAÇÃO INTEGRAL

O PS entregou hoje no Parlamento um projecto de lei que regula o funcionamento dos estabelecimentos de estética, passando a ser proibida a depilação integral, também conhecida como "depilação brasileira", a menores de 18 anos e a maiores de 35, no caso das mulheres, e totalmente proibida no caso dos homens. Esta proibição tem como principal objectivo a definição de um "quadro de referência de qualidade", que constituirá "factor de protecção dos consumidores e de informação dos profissionais".
Um "quadro de referência" que, é ainda referido, "seja proporcionador de mais segurança" para consumidores e profissionais. Para além das razões acima apresentados, o diploma refere ainda "a necessidade de manter o decoro e o bom tom no seio das nossas famílias". Para tal, e dentro do regime previsto, esta prática será levada a cabo apenas por profissionais do sexo feminino, com os olhos vendados e luvas de látex.

No projecto de lei que hoje deu entrada na Assembleia da República são igualmente definidos os requisitos dos adornos a utilizar na zona acima referida, sendo igualmente proibidas as "cuecas com abertura central, de rendas roxas, ou que sejam totalmente transparentes, sendo fortemente desaconselhado o uso de tangas e do chamado fio dental".
Por último, passa ainda a ser obrigatório que o pessoal técnico informe o consumidor "previamente e por escrito", sobre todos os procedimentos, natureza dos produtos a cujo contacto será submetido temporária ou permanentemente e possíveis consequências da realização de uma depilação integral, "dando-lhe oportunidade para que possa reflectir acerca do assunto".


As secções a roxo foram retiradas daqui. Penso que é de "reflectir acerca do assunto".

12 de março de 2008

There's definitely something going on in my head!

[Dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Back in that hole.]

Larry made his nest high up in the autumn branches
Built from nothing but high hopes and thin air
He collected up some baby blasted mothers who took their chances
And for a while they lived quite happily up there

He came from New York city man, but he couldn’t take the pace
He thought it was like dog eat dog world
Then he went to San Francisco, spent a year in outer space
With a sweet little San Fransiscan girl.

I can hear my mother wailing and a whole lot of scraping of chairs

I don’t know what it is but there’s definitely something going on upstairs
[Dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
(I want you to dig)[Back in that hole.]

(I want you to dig)

(I want you to dig)Meanwhile Larry made up names for the ladies
Like miss Boo and miss Quick
He stockpiled weapons and took potshots in the air
He feasted on their lovely bodies like a lunatic
And wrapped himself up in their soft yellow hair

I can hear chants and incantations and some guy is mentioning me in his prayers.
Well, I don’t know what it is but there’s definitely something going on upstairs
[Dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
(I want you to dig)[Back in that hole.]

(I want you to dig)

(I want you to dig)Well L New York City man, San Francisco, LA, I don’t know
But Larry grew increasingly neurotic and obscene
I mean he, he never asked to be raised from the tomb
I mean no one ever actually asked him to forsake his dreams
He ended up like so many of them do, back on the streets of New York City
In a soup queue, a dopefiend, a slave, then prison, then the madhouse, then the grave
Ah poor Larry.

But what do we really know of the dead And who actually cares?

Well, I don’t know what it is but there’s definitely something going on upstairs.[Dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
[Laz’rus dig yourself]
(I want you to dig)[Back in that hole Dig yourself]

Em repeat por estes lados, non stop. É bom, é muito bom mesmo! *vénia ao mestre*

Pode ser que daqui a algum tempo consiga cozinhar uma opinião decente. ou não!

9 de março de 2008

satélite adormecido...



O vh1 tem destas coisas... Uma pessoa está constantemente a recordar as músicas que nos marcaram a vida. Esta é uma delas - Sleeping Satellite de Tasmin Archer. Um daqueles "One Hit Wonders" que ficam colados à zona nostálgica do cérebro. Em 92 tinha eu 7 aninhos, mas lembro-me que foi para aí por volta de 96, altura em comecei a aventurar-me a ouvir rádio por mim que esta canção, entre tantas, entrou na minha cabecinha de vento. E aqui continua, fantasmagórica e deliciosamente pop! :D

Fiquem bem!!!

P.S. - desculpem a ausência...

27 de fevereiro de 2008

Formação...

...em vigilância de segurança privada.
- sim, a vossa Betty vai ser vigilante, se a coisa correr bem! =)
(não são esclarecedores os meus "apontamentos"?hehe!)

Wish me luck!

22 de fevereiro de 2008

Meravigliosa creatura (sei tu)

Molti mari e fiumi
attraversero
dentro la tua terra
mi ritroverai
turbini e tempeste
io cavalchero
volero tra il fulmini
per averti

Meravigliosa creatura sei sola al mondo
meravigliosa creatura paura di averti accanto
occhi di sole mi bruciano in mezzo al cuore
amore e vita meravigliosa

Luce dei miei occhi brilla su di me
voglio mille lune
per accarezzarti
pendo dai tuoi sogni
veglio su di te
non svegliarti
non svegliarti
non svegliarti....ancora

Meravigliosa creatura
sei sola al mondo
meravigliosa paura d'averti accanto
occhi di sole mi tremano le parole
amore e vita meravigliosa
Meravigliosa creatura un bacio lento
meravigliosa paura d'averti accanto
all'improvviso tu scendi nel paradiso
muoio d'amore meraviglioso

Meravigliosa creatura
Meravigliosa
occhi di sole mi bruciano in mezzo al cuore
amore e vita meravigliosa



music player
I made this music player at MyFlashFetish.com.


Em repeat, por estes dias, graças ao anúncio da FIAT... hehe

18 de fevereiro de 2008

La stanza del figlio & Brian Eno



Ontem vi "La stanza del figlio" (2001) de Nanni Moretti, e achei maravilhoso. E este "By this river" de Brian Eno ali pelo meio fez-me chorar. Das duas vezes!

Apreciem! =)

13 de fevereiro de 2008

Love vibration!



O drama! O horror!!! O meu primeiro post referia a vinda de Josh Rouse a Lisboa, e no entanto, nunca eu postei um vídeo dele! *dá estaladas a si mesma*

então aqui fica, em honra do amor - e não só dos namorados!

Um enorme beijo a todos! =D

-Spread the love vibration... uhuuuu....


(pronto, aos namorados.. ao meu namorado, que acabou de me dar um ramo lindo!!! =D)

9 de fevereiro de 2008

Amarelos e verdes são os campos...

... da cor das Azedas! =D
Depois de um período considerável sem sair muito de casa, quando finalmente o faço, deparo-me com algo que me enche sempre de alegria, o amarelo ácido das Azedas que polvilham já os campos, tantas e tão belas e suculentas! A vontade que me deu foi a de pedir para parar o carro e ir apanhar umas quantas para roer e chupar no resto do caminho! Adoro chupar Azedas, gosto do seu sabor, uma mistura de erva, limão e terra, da sua frescura e energia. São parte da minha vida (diria infância, não fosse o facto de continuar a chupá-las frequentemente, vantagens de viver no campo, já se vê), um sinal de vitalidade, de beleza. Pequeninas gotas de sol que tombaram para acariciar o verde da relva.

Estamos em Fevereiro, e com as Azedas vem já um sopro a primavera!
Não é belo?!! :D

1 de fevereiro de 2008

falta-me ânimo...

...embora me sobre tempo.

sobra-me o sol nas folhas do limoeiro no passar lento dos meus dias.

sobra-me o teu amor nos momentos que podemos partilhar. não, não me sobra, porque nunca é demais.

mas sobra-me vontade de viver intensamente, isso sim, quando a minha receita diz para consumir de forma moderada.

um dia não me sobrará, e nessa altura vou ter saudades da calma.

mas por enquanto sobra-me o sol nas folhas do limoeiro...

28 de janeiro de 2008

The return of the Messias...

As minhas preces foram ouvidas!!! Nick Cave and the Bad Seeds em Portugal! 21 de Abril no Coliseu de Lisboa, e 22 no do Porto. Desta vez temos a honra de abrir a digressão! :D! Fiquem com os vídeos de promoção do novo álbum:






Louvado seja o cavernoso!!!!! ;P

27 de janeiro de 2008

Post nº 301

Acho que desde que criei este blogue nunca fiquei tanto tempo sem lhe prestar atenção, excepto em períodos de férias. Mal me sento ao computador agora, e quando o faço raramente é por mais de cinco minutos. Não sei se é bom ou mau - mas é uma diferença. Faz-me falta o contacto com os outro que este passatempo me proporciona. É principalmente isso que aprecio nestas páginas de internet formato blogue, o contacto ainda que virtual com outros. Mas agora ando desleixada, abandonei um pouco a casa. Talvez não seja por muito tempo, quem sabe? No entanto, não consigo continuar a manter três blogues. Assim, vou parar de alimentar o surrealidades fotográficas e o vita in viola. Não os apago, vou simplesmente deixar de publicar por lá. Ou se calhar já deixei, vendo o tempo que passou. As minhas fotos, quando me der para isso, ficam aqui, no aquário. Quanto às memórias de Itália, bem, as restantes ficam comigo...
Nem sei porque me estou a justificar. Talvez porque apesar do campo ser virtual, não me consigo desligar da noção de que estão pessoas na outra ponta, às quais devo uma explicação, por pequena, da minha ausência. Mesmo que não se importem com isso. Sou simplesmente assim.
Mudando de assunto, e à semelhança do que aconteceu à Curse hoje o vh1 trouxe-me uma memória da adolescência. Nos idos de 1997, saía para a rádio mais um hit dos Rolling Stones, este aqui em baixo. Esta canção marcou-me profundamente, tanto que ainda me arrepia. Acho que vai continuar a arrepiar. É a canção do dia, hoje.


Fiquem bem! =)

22 de janeiro de 2008

Shiny Happy People



Foi assim que me senti ontem, com o sol, o meu vestido com saia de bicos em patchwork colorido, a passear com o meu amor! Só não percebo o porquê de tantos olhares fixos em mim... hehe!! ;P

*e toca a dançar!!*

18 de janeiro de 2008

Danny the Dog, 2005


Confrontada com um dvd que figurava Jet Li na capa, preparei-me para um bom bocado de entretenimento visual inconsequente, com muitas coreografias, voos e sangue a voar. Nada demais, de vez em quando até sabe bem desligar o cérebro. Morgan Freeman e Bob Hoskins eram a minha bóia de salvação, visto que em geral, especialmente no caso de Freeman, são muito bons actores.Ora, este Danny the Dog saiu-me melhor do que eu esperava. Francamente melhor, mesmo. Apesar do simplismo do argumento, eu já me tinha proposto a desligar o cérebro de qualquer forma, portanto por aí não se perdia nada. Além disso, o meu coração derrete-se com histórias de redenção, e bolas, adoro finais felizes! Danny foi criado como um cão, treinado para lutar, para ser uma máquina de matar, por Bart (Hoskins), que por sua vez tinha morto a mãe deste, uma talentosa pianista chinesa. Um dia, Danny cruza-se com Sam (Freeman), um afinador de pianos cego, que depois de uma série de peripécias acaba por o acolher em sua casa. Juntamente com a afilhada Victoria (Kerry Condon, a Octavia da série Roma), uma jovem de 18 anos a estudar piano no conservatório, restaura a humanidade a Danny, através da música. O filme tem momentos muito ternurentos, apesar de ser de facto muito simples. Jet Li tem oportunidade de representar um pouco, em vez de só lutar, mesmo que continue com a média de 5 falas por filme... E, no fim de contas, as sequências de luta até nem são assim muitas! De salientar a banda sonora composta pelos Massive Attack, e as delicadas mãos de Jet Li! hehe! Em resumo, não é por certo um filme de culto, mas dentro dos padrões do entretenimento de massas, não se sai nada mal! =)

15 de janeiro de 2008

Por uma qualquer razão...

... o Sebastião decidiu fazer uns bigodes à "Zorro"...

Sempre gostava de saber onde é que o gato foi enfiar o focinho... (-.^)'

(sei que não se nota muito bem, mas o gato tem um medo gigante da máquina, não me deixa tirar fotos. mas estão lá. os bigodinhos pretos... hehe)

6 de janeiro de 2008

A minha primeira vez...

...com uma Wacom! =D
Tenho ainda de treinar bastante para conseguir fazer uma coisa de jeito, mas isto é divertido à brava! hehe

Obrigado por ma emprestares, amor!

2 de janeiro de 2008

para começar bem o ano...



...um grande clássico. Bill Withers, Ain't no sunshine. Porque me deixa sempre quente por dentro, com aquela sensação de enlevamento das canções simples e belas.

Porque o sol brilha mais sempre que TU estás por perto...